Intercessão

Intercessão Criativa

   A Intercessão não é um fim em si mesmo, mas a libertação de vidas, e como igreja, entendemos que se perdermos a visão de evangelismo se perde o seu sentido.

   Através do Espírito de reconciliação, pacificador, um mediador de conflitos, a igreja prepara o campo para a evangelização através da identificação das necessidades das pessoas, abrindo os olhos espirituais dos incrédulos, desarticulando o inimigo, limpando o terreno espiritual através da intercessão estratégica para plantarmos a semente do evangelho.

Priorizamos ouvir a Deus na coletividade e unidade de espírito, cremos que na cruz estão todas as respostas para a necessidade humana, e que Deus ouve a oração, mas responde a nossa fé.

   O objetivo da intercessão não é destruir a satanás ou aos principados e potestades, mas resgatar aqueles que estão debaixo do seu domínio, rompendo todo tipo de atadura espiritual. 

   A visão do reino é um meio pelo qual discernimos profeticamente que a intercessão é uma confrontação de poderes espirituais onde Deus manifesta a sua soberania através da igreja sobre satanás e o mundo.

    A nossa atenção sempre esta centralizada nas pessoas e não no diabo. A motivação das nossas orações nunca é o ódio a satanás, mas convencidos do amor pelas almas; de glorificar ao Pai, atribuindo a Ele todo o nosso reconhecimento.

Mapeamento da Cidade

   Estabelecemos o Governo do Espírito Santo, através de atos proféticos nos movimentamos em pontos estratégicos, no sentido de atrair o céu para a terra. 

   Identificamos através da oração com as cargas que move o coração de Deus de forma intencional e inteligente, por meio das proclamações da palavra, da revelação, e em adoração expressamos o que o céu está cantando, assim vemos o mover do Reino do Pai, a partir, do Testemunho de Jesus que é o Espírito da Profecia.

   Através de atos proféticos trilhamos um caminho intercessão em unidade, conscientes que a unidade é a chave; compreendendo que não se trata de simplesmente “ir à igreja”, mas de “SER igreja”. 

   Como pedras vivas na edificação de uma casa espiritual exercendo o sacerdócio santo, oferecendo sacrifícios espirituais aceitáveis a Deus, por meio de Jesus Cristo, como diz as escrituras em 1 Pedro 2:5.

   Podemos entender sobre o mapeamento territorial que o espiritual se impõe sobre aquilo que é natural; que o mundo espiritual é mais real que o natural; que toda a investigação e fundamental para a oração inteligente; e discernir de como a visão é, não o que parece ser é fundamental; e que nenhum mapeamento espiritual é eficaz se não houver arrependimento por identificação e compaixão pelo povo da terra.

   A nossa primazia é a compreensão real que JESUS é o Arquiteto e o Edificador e sobre Seus ombros estão todos os governos da terra.

Percorra esta terra de alto a baixo, de um lado a outro, porque eu a darei a você.

Gênesis 13:17

Pois ele esperava a cidade que tem alicerces, cujo arquiteto e edificador é Deus.

Hebreus 11:10

O Deus dos céus fará que sejamos bem sucedidos.

Neemias 2:20

DESENVOLVIDO POR IDENTIDADE    |     COPYRIGHT 2020 –  IDENTIDADE– TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.